Obrigado por contribuir para melhorar o Fórum D!

Deixe a sua sugestão

MAIS SOBRE VITAMINA D

IMPRENSA

A importância da Vitamina D (com video)


O reumatologista e um dos promotores do Fórum D, Dr. Pereira da Silva, esteve na Edição da Manhã para falar da importância da vitamina D, quando se sabe que apesar de vivermos num país onde o sol brilha grande parte do ano, muitos portugueses apresentam défice desta vitamina.

As 4 vitaminas recomendadas por um cardiologista (em inglês)


O mundo das vitaminas e suplementos é confuso. Todas apresentam os seus benefícios para a saúde, mas se tudo fosse verdade iria acabar por tomar centenas de suplementos por dia. Como saber quais é que vale a pena ter atenção? Fique a saber!

Vitamina D aumenta esperança de vida


Estudo norte-americano relaciona níveis demasiado baixos de vitamina D com o desenvolvimento de certas doenças, como as do foro cardíaco, diabetes e hipertensão.

VIDEOS

O Popular Dr. Oz aponta as Vantagens da Vitamina D


O Dr. Oz também conhecido da televisão Portuguesa refere os niveis preocupantes de carência de Vitamina D nos Estados Unidos da América e as vantagens que esta pode trazer.

A Verdadeira História da Vitamina D


Uma reportagem da CBN News sobre os efeitos da Vitamina D e os efeitos benéficos que demonstra ter contras as infecções virais entre outros.

A Vitamina D na Prevenção do Cancro


O Dr. Meschino um dos pioneiros na criação de vídeos educativos sobre medicina na Internet fala sobre a Vitamina D e a sua importância na prevenção do cancro.

Uma extensa compilação de artigos sobre Vitamina D, com link para pubmed ou fontes semelhantes.

Aceda à base científica
O que é?

Nos humanos, a vitamina D é importante no desenvolvimento, crescimento e manutenção do equilíbrio de uma multiplicidade de órgãos e funções do corpo humano, desde a gestação na barriga da mãe até ao fim da vida. A substância metabólica activa da vitamina D, 1,25-dihidroxivitamin D (calcitriol), é na verdade uma hormona, uma das chaves que abre e activa parcelas do genoma humano.

O genoma humano contém mais de 2.700 sítios sensíveis ao calcitriol, o que espelha a sua importância e variedade de funções.

A vitamina D é medida em Unidades Internacionais (UI) e é potente em pequenas quantidades - uma UI é equivalente a apenas 0.000025 miligramas (mg)! Assim, 40UI corresponde a um micrograma (mcg or ?g): o mesmo é dizer que há 40 milhões de unidades em cada grama de Vitamina D.

A produção e armazenamento de Vitamina D no organismo A Vitamina D (colecalciferol) é produzida na pele, a partir do colesterol, por efeito da radiação ultravioleta B (do Sol ou de lâmpadas usadas em solários, por exemplo). Esta Vitamina D recebe, no fígado um grupo hidroxilo no carbono 25, formando a 25 (OH) D - calcidiol.

Está e a forma de armazenamento e aquela que medimos no sangue para avaliar as nossas reservas de vitamina D. A 25 (OH) D recebe, quando necessário, mais um hidroxilo na posição 1, formando-se forma activa da Vitamina D – 1,25(OH)2 D ou calcitriol. Esta activação ocorre principalmente no rim mas também, em menor grau numa variedade de tecidos.

Os níveis de calcitriol no sangue não são bons indicadores dos níveis reais de vitamina D e não devem ser usados para determinar a carência da mesma. Referida como a "vitamina D activada", vai exercer as suas funções por controlo de genes que lhe são sensíveis. Para chegar ao genoma, tem que entrar na célula: isto faz-se através de receptores dedicados.

Existem variantes destes receptores dotados de maior ou menor eficácia. Vitamina D3 Vitamina D3 (colecalciferol) é a verdadeira vitamina D, pois trata-se da mesma substância produzida na pele humana aquando da exposição solar. Os suplementos de vitamina D3 são extraídos de lanolina ou do óleo de fígado de bacalhau e é a forma de vitamina D que dá a resposta mais eficaz à carência de vitamina D.

Vitamina D2 A vitamina D2 (ergosterol) é extraída de fungos e cogumelos que a produção, também sob efeito da radiação ultravioleta. Não está naturalmente presente no corpo humano e pode ter interacções diferentes das de vitamina D3. Os suplementos alimentares podem conter quer Vitamina D2 quer D3.

Ambos são aproveitados pelo organismos mas a Vitamina D3 parece ser mais eficaz e é preferida pela maior parte dos peritos na matéria.

Os medicamentos com Vitamina D, podem conter as formas anteriores e ainda o Calcitriol – isto é Vitamina D activa.

O uso de doses altas de calcitriol pode aumentar o risco de hipercalcemia (excesso de cálcio no sangue).

É mais utilizado em doentes com insuficiência do fígado ou do rim, em que está diminuída a capacidade de activar a vitamina D recebida por via oral. Existem ainda análogos de vitamina D – formas que se usam na expectativa de atingir os benefícios positivos do calcitriol, sem os seus riscos.

FONTE & REFERÊNCIAS

Vitamin D, 3rd Edition