Obrigado por contribuir para melhorar o Fórum D!

Deixe a sua sugestão

BENEFÍCIOS DA VITAMINA D

IMPRENSA

A importância da Vitamina D (com video)


O reumatologista e um dos promotores do Fórum D, Dr. Pereira da Silva, esteve na Edição da Manhã para falar da importância da vitamina D, quando se sabe que apesar de vivermos num país onde o sol brilha grande parte do ano, muitos portugueses apresentam défice desta vitamina.

As 4 vitaminas recomendadas por um cardiologista (em inglês)


O mundo das vitaminas e suplementos é confuso. Todas apresentam os seus benefícios para a saúde, mas se tudo fosse verdade iria acabar por tomar centenas de suplementos por dia. Como saber quais é que vale a pena ter atenção? Fique a saber!

Vitamina D aumenta esperança de vida


Estudo norte-americano relaciona níveis demasiado baixos de vitamina D com o desenvolvimento de certas doenças, como as do foro cardíaco, diabetes e hipertensão.

VIDEOS

O Popular Dr. Oz aponta as Vantagens da Vitamina D


O Dr. Oz também conhecido da televisão Portuguesa refere os niveis preocupantes de carência de Vitamina D nos Estados Unidos da América e as vantagens que esta pode trazer.

A Verdadeira História da Vitamina D


Uma reportagem da CBN News sobre os efeitos da Vitamina D e os efeitos benéficos que demonstra ter contras as infecções virais entre outros.

A Vitamina D na Prevenção do Cancro


O Dr. Meschino um dos pioneiros na criação de vídeos educativos sobre medicina na Internet fala sobre a Vitamina D e a sua importância na prevenção do cancro.

Uma extensa compilação de artigos sobre Vitamina D, com link para pubmed ou fontes semelhantes.

Aceda à base científica
Cancro do pulmão

Esta é a principal causa de morte por cancro nos EUA, afectando cerca de 220 000 pessoas e matando cerca de 157 000. Em Portugal registam-se cerca de 2 800 casos por ano.

Sumário para doentes e público em geral

 

O cancro dos pulmões é um cancro que se inicia nos pulmões. Esta é a principal causa de morte por cancro nos EUA, afectando cerca de 220 000 pessoas e matando cerca de 157 000. Em Portugal registam-se cerca de 2 800 casos por ano.

Fatores de risco

A principal causa de cancro do pulmão é o tabagismo.

Outras fatores incluem:

  • Poluentes atmosféricos.
  • Atmosferas poluentes de cozinha (especialmente na China).
  • Fibras de amianto (locais industriais tais como de construção naval).
  • Radão (elemento radioactivo que escapa do solo e se infiltra em construções).

O risco de cancro do pulmão pode ser mitigado com ingestão de cálcio. Este mineral pode ser adicionado pela dieta (vegetais ou leite) ou por suplementos.

Exposição solar e cancro do pulmão

Alguns estudos sugerem que um aumento na radiação solar UVB pode reduzir ligeiramente as taxas de cancro do pulmão e consequentes mortes:

  • Três estudos comprovaram que o risco de cancro do pulmão é reduzido com o aumento da altitude. A radiação UVB é mais forte a altas altitudes.
  • Os trabalhadores agrícolas têm um risco inferior de cancro do pulmão quando comparados à população geral. Geralmente, estes trabalhadores trabalham no exterior e, consequentemente, estão expostos a radiação UVB.
  • Estudos demográficos comprovaram que a taxa de incidência de cancro do pulmão era menor em locais com níveis superiores de radiação solar UVB.

Vitamina D e cancro do pulmão

Não existem estudos que comparem os níveis de vitamina D e a taxa de incidência de cancro do pulmão.

Dois estudos realizados na Europa, encontraram taxas de sobrevivência superiores em um ou dois anos em pacientes com cancro de pulmão diagnosticados no Verão, por oposição aos diagnosticados no Inverno. Níveis superiores de vitamina D no Verão podem explicar esta resultado. Este facto também se traduz noutros tipos de cancro.

Como é que Vitamina D funciona neste caso?

A vitamina D pode reduzir o risco de alguns tipos de leucemia através das seguintes ações:

  • Fortalecimento do sistema imunitário.
  • Controlo do crescimento celular e aumento da morte celular (apoptose).
  • Calcitriol (forma ativa da vitamina D) limita o fluxo sanguíneo aos tumores e reduz a sua disseminação.  

Prevenção

Estudos sobre o cancro da mama e coloretal, juntamente com alguns sobre o cancro do pulmão, indicam que níveis de vitamina D acima de 40 ng/mL (100 nmol/L) poderão reduzir o risco de cancro do pulmão.

Vitamina D e cálcio

Tanto a obtenção de vitamina D através de radiação solar ou de suplementos, bem como a toma de cálcio poderão reduzir o risco de cancro do pulmão.

Tratamento

Diversos estudos relacionaram o aumento de taxas de sobrevivência de cancro do pulmão com o aumento dos níveis de vitamina D, em função das estações do ano e da toma de suplementos de vitamina D e cálcio. Estes estudos sugerem assertivamente que a vitamina D poderá melhorar os prognósticos do cancro do pulmão. Contudo, são necessários mais estudos para confirmar estes dados.

Pacientes diagnosticados nos primeiros estágios de cancro do pulmão e com níveis elevados de vitamina D tiveram melhores resultados, contudo, não foram notadas melhorias em pessoas com estágios avançados de cancro do pulmão.