Obrigado por contribuir para melhorar o Fórum D!

Deixe a sua sugestão

BENEFÍCIOS DA VITAMINA D

IMPRENSA

A importância da Vitamina D (com video)


O reumatologista e um dos promotores do Fórum D, Dr. Pereira da Silva, esteve na Edição da Manhã para falar da importância da vitamina D, quando se sabe que apesar de vivermos num país onde o sol brilha grande parte do ano, muitos portugueses apresentam défice desta vitamina.

As 4 vitaminas recomendadas por um cardiologista (em inglês)


O mundo das vitaminas e suplementos é confuso. Todas apresentam os seus benefícios para a saúde, mas se tudo fosse verdade iria acabar por tomar centenas de suplementos por dia. Como saber quais é que vale a pena ter atenção? Fique a saber!

Vitamina D aumenta esperança de vida


Estudo norte-americano relaciona níveis demasiado baixos de vitamina D com o desenvolvimento de certas doenças, como as do foro cardíaco, diabetes e hipertensão.

VIDEOS

O Popular Dr. Oz aponta as Vantagens da Vitamina D


O Dr. Oz também conhecido da televisão Portuguesa refere os niveis preocupantes de carência de Vitamina D nos Estados Unidos da América e as vantagens que esta pode trazer.

A Verdadeira História da Vitamina D


Uma reportagem da CBN News sobre os efeitos da Vitamina D e os efeitos benéficos que demonstra ter contras as infecções virais entre outros.

A Vitamina D na Prevenção do Cancro


O Dr. Meschino um dos pioneiros na criação de vídeos educativos sobre medicina na Internet fala sobre a Vitamina D e a sua importância na prevenção do cancro.

Uma extensa compilação de artigos sobre Vitamina D, com link para pubmed ou fontes semelhantes.

Aceda à base científica
Doença intestinal inflamatória

As pessoas com Doença de Crohn têm frequentemente baixos níveis de vitamina D. Estes baixos níveis poderão contribuir em parte para o aparecimento da doença. No entanto, e em sentido inverso, a Doença de Crohn pode reduzir a absorção de vitamina D dos alimentos.

Existem dois tipos de doença intestinalinflamatória :

- Doença de Crohn (DC)

- Colite Ulcerosa

A Doença de Crohn  é uma doença autoimune do tracto intestinal. Provoca inflamação do revestimento intestinal (membranas mucosas) e o endurecimento das paredes do intestino. Os sintomas incluem dor abdominal, diarreia, febre e perda de peso.

A  Colite Ulcerosa é uma inflamação crónica do colon que produz ulceras no seu revestimento. Esta condição é acompanhada de dores abdominais e cólicas fortes. As fezes podem mostrar pus, sangue e muco.

Factores de risco

Os factores de risco para a Doença inflamatória intestinal incluem alguns componentes clássicos da dieta ocidental:

- Proteínas animais provenientes de peixe e carne

- Gordura animal

- Produtos lácteos

- Açucares

Estes alimentos interagem e alteram a microflora presente no intestino. Há evidência crescente de que o tipo de microflora é relevante para o risco de Doença inflamatória intestinal.

 

Exposição solar e risco de Doença Inflamatória intestinal (DII)

Estudos internacionais sugerem uma forte a relação entre a exposição solar e o risco de DII:

- Vários estudos europeus demonstraram que a incidência de DII é maior em áreas de maior latitude, isto é, com menor exposição solar. Este efeito é mais relevante para a Doença de Crohn do que para a Colite Ulcerosa.

- Nos EUA, a incidência de DC e UC é mais elevada no nordeste, onde as doses de radiação UVB são menores, mesmo no verão. também aqui, a relação entre a menor radiação solar UVBe a incidência de DII é  mais forte a Doença de Crohn  do que na Colite Ulcerosa.

- Um estudo na Índia encontrou baixos níveis de vitamina D nos pacientes com Doença de Crohn, mas não foi possível garantir se estas alteração seria causa ou consequência da DII.

Estes estudos sugerem que a vitamina D pode reduzir o risco de Doença de Crohn. A evidência não é tão forte no que respeita à Colite ulcersoa.

 

Vitamina D e DII

Níveis de Vitamina D

As pessoas com Doença de Crohn têm frequentemente baixos níveis de vitamina D. Estes baixos níveis poderão contribuir em parte para o aparecimento da doença. No entanto, e em sentido inverso, a Doença de Crohn pode reduzir a absorção de vitamina D dos alimentos.

Como é que a Vitamina D funciona neste caso?

A vitamina D pode reduzir o risco de DC por:

- Reduzir a inflamação

- Manter uma barreira mucosa forte (revestimento dos instestinos)

 

Prevenção de DII

Estudos em várias zonas do mundo (especialmente Europa e EUA) chegaram a conclusões semelhantes: Níveis elevados de vitamina D podem reduzir o risco de Doença de Crohn e, possivelmente, de Colite Ulcerosa. Com base em resultados para outras doenças, pensa-se que níveis acima dos 40 ng/mL (100 nmol/L) podem providenciar uma boa protecção.

Tratamento de DII

Num estudo em particular, pessoas que tomaram 1200 UI (30 mcg)/dia de vitamina D3 (cholecalciferol) tiveram metade das recaídas de Doença de Crohn do que os que tomaram placebo.

Prevenção de complicações

As pessoas com doença de Crohn e baixos níveis de vitamina D apresentam um risco acrescido de desenvolver osteoporose. Estas pessoas devem considerar a toma de vitamina D e cálcio.

A DII é frequentemente tratada com medicamentos cuja substância activa é denominada de theopurines. Esta droga aumenta um pouco o risco de cancro da pele. As pessoas que estejam a fazer este tratamento e que queiram aumentar os seus níveis de vitamina D devem considerar o uso de suplementos ao invés de exposição solar. Se a escolha for a ultima hipótese, exponha o máximo de pele possível, por um curto período de tempo. O sol do meio dia é o mais eficaz.