Obrigado por contribuir para melhorar o Fórum D!

Deixe a sua sugestão

BENEFÍCIOS DA VITAMINA D

IMPRENSA

A importância da Vitamina D (com video)


O reumatologista e um dos promotores do Fórum D, Dr. Pereira da Silva, esteve na Edição da Manhã para falar da importância da vitamina D, quando se sabe que apesar de vivermos num país onde o sol brilha grande parte do ano, muitos portugueses apresentam défice desta vitamina.

As 4 vitaminas recomendadas por um cardiologista (em inglês)


O mundo das vitaminas e suplementos é confuso. Todas apresentam os seus benefícios para a saúde, mas se tudo fosse verdade iria acabar por tomar centenas de suplementos por dia. Como saber quais é que vale a pena ter atenção? Fique a saber!

Vitamina D aumenta esperança de vida


Estudo norte-americano relaciona níveis demasiado baixos de vitamina D com o desenvolvimento de certas doenças, como as do foro cardíaco, diabetes e hipertensão.

VIDEOS

O Popular Dr. Oz aponta as Vantagens da Vitamina D


O Dr. Oz também conhecido da televisão Portuguesa refere os niveis preocupantes de carência de Vitamina D nos Estados Unidos da América e as vantagens que esta pode trazer.

A Verdadeira História da Vitamina D


Uma reportagem da CBN News sobre os efeitos da Vitamina D e os efeitos benéficos que demonstra ter contras as infecções virais entre outros.

A Vitamina D na Prevenção do Cancro


O Dr. Meschino um dos pioneiros na criação de vídeos educativos sobre medicina na Internet fala sobre a Vitamina D e a sua importância na prevenção do cancro.

Uma extensa compilação de artigos sobre Vitamina D, com link para pubmed ou fontes semelhantes.

Aceda à base científica
Arteriosclerose

Arteriosclerose é a acumulação de matéria gorda nas paredes internas das artérias. Esta matéria gorda engrossa e endurece as paredes arteriais. Formam-se depósitos de cálcio, com matéria gorda formando placas que causam o estreitamento das artérias e reduz o fluxo sanguíneo.

Sumário para doentes e público em geral

 

Arteriosclerose é a acumulação de matéria gorda nas paredes internas das artérias. Esta matéria gorda engrossa e endurece as paredes arteriais. Formam-se depósitos de cálcio, com matéria gorda formando placas que causam o estreitamento das artérias e reduz o fluxo sanguíneo.

A arteriosclerose pode afectar vários orgãos, incluindo o coração, pulmões, cérebro, intestinos ou rins. 

A redução do fluxo sanguíneo para o coração causa fortes dores no peito, falta de ar e pode mesmo provocar um ataque cardíaco.

 

Fatores de risco 

Os factores de risco para a arteriosclerose incluem:

  • ♣    Pressão sanguínea elevada.
  • ♣    Elevados níveis de colesterol no sangue.
  • ♣    Dieta rica em gorduras.
  • ♣    Obesidade.
  • ♣    Idade avançada.
  • ♣    Genética.
  • ♣    Hábitos tabágicos.
  • ♣    Diabetes
  • ♣    Consumo excessivo de bebidas alcoólicas.  

Exposição solar e arteriosclerose

Não são conhecidos estudos que relacionem arteriosclerose com luz solar. No entanto, dois estudos norte-americanos descobriram que existe uma taxa de mortalidade por doença coronária mais elevada a menores altitudes. A arteriosclerose é um factor de risco critico para a DCV. 

Existe menos luz solar em baixas altitudes. Estes estudos também relacionam a vitamina D com risco reduzido de doença coronária. A luz solar pode estar indirectamente relacionada com um risco menor de arteriosclerose.

 

Vitamina D e arteriosclerose

As pessoas com osteoporose, apresentam frequentemente arteriosclerose. Existe uma forte evidência científica de que a vitamina D reduz o risco de osteoporose. 

Níveis baixos de vitamina D podem também aumentar o risco de endurecimento das artérias coronárias. Esta é uma situação frequente na arteriosclerose. É pois possível que a vitamina D possa ajudar pessoas com arteriosclerose.

 

Níveis de vitamina D

Existem estudos publicados sobre vitamina D e o risco de DCV. Níveis de vitamina D acima dos 30–40 ng/mL (75–100 nmol/L) podem diminuir o risco de arteriosclerose. Se esta patologia atingir estados avançados, é urgente a consulta médica.

 

Como é que Vitamina D funciona neste caso?

A vitamina D pode ajudar a prevenir a arteriosclerose de diferentes maneiras:

  • ♣    Reduz o processo inflamatório - a vitamina D altera a produção de citocinas e limita a inflamação junto das placas de ateromatosas.
  • ♣    Reduz as metaloproteinases - estas enzimas danificam os tecidos dos vasos sanguíneos.
  • ♣    Controla a expressão dos genes - a vitamina D activa os receptores de vitamina D que interferem na regulação de alguns genes. Esta situação pode reduzir o risco de doença cardiovascular e endurecimento das artérias.

 

Prevenção

Tendo por base vários estudos, verificamos que elevados níveis de vitamina D aparentam diminuir a DCV. Níveis elevados de vitamina D também podem reduzir significativamente o risco de arteriosclerose. De acordo com uma revisão de vários estudos observacionais, níveis de vitamina D de 30-40 ng/mL (75–100 nmol/L) podem reduzir o risco de DCV em 25% quando comparados com níveis abaixo dos 10 ng/mL (25 nmol/L). Assim, para reduzir o risco de arteriosclerose, pode ser benéfico manter os níveis de vitamina D acima dos 30–40 ng/mL (75–100 nmol/L).

Vitamina D e cálcio

Os suplementos de cálcio podem reduzir o número de hospitalizações ou mesmo mortalidade em doenças com DCV. Num estudo em mulheres idosas, suplementos de cálcio de 1200mg/dia não aumentaram o risco de arteriosclerose.

Tratamento

Suplementos de vitamina D e cálcio podem ajudar a diminuir o desenvolvimento das fases iniciais da arteriosclerose. No entanto, não é claro que a vitamina D tenha qualquer efeito em situações de arteriosclerose avançada.