Obrigado por contribuir para melhorar o Fórum D!

Deixe a sua sugestão

BENEFÍCIOS DA VITAMINA D

IMPRENSA

A importância da Vitamina D (com video)


O reumatologista e um dos promotores do Fórum D, Dr. Pereira da Silva, esteve na Edição da Manhã para falar da importância da vitamina D, quando se sabe que apesar de vivermos num país onde o sol brilha grande parte do ano, muitos portugueses apresentam défice desta vitamina.

As 4 vitaminas recomendadas por um cardiologista (em inglês)


O mundo das vitaminas e suplementos é confuso. Todas apresentam os seus benefícios para a saúde, mas se tudo fosse verdade iria acabar por tomar centenas de suplementos por dia. Como saber quais é que vale a pena ter atenção? Fique a saber!

Vitamina D aumenta esperança de vida


Estudo norte-americano relaciona níveis demasiado baixos de vitamina D com o desenvolvimento de certas doenças, como as do foro cardíaco, diabetes e hipertensão.

VIDEOS

O Popular Dr. Oz aponta as Vantagens da Vitamina D


O Dr. Oz também conhecido da televisão Portuguesa refere os niveis preocupantes de carência de Vitamina D nos Estados Unidos da América e as vantagens que esta pode trazer.

A Verdadeira História da Vitamina D


Uma reportagem da CBN News sobre os efeitos da Vitamina D e os efeitos benéficos que demonstra ter contras as infecções virais entre outros.

A Vitamina D na Prevenção do Cancro


O Dr. Meschino um dos pioneiros na criação de vídeos educativos sobre medicina na Internet fala sobre a Vitamina D e a sua importância na prevenção do cancro.

Uma extensa compilação de artigos sobre Vitamina D, com link para pubmed ou fontes semelhantes.

Aceda à base científica
Doença coronária

A doença coronária (DC) é uma das mais graves doenças cardiovasculares, tais como os enfartes, insuficiência cardíaca congestiva e doença arterial periférica.

Sumário para doentes e público em geral

 

A doença coronária (DC) é uma das mais graves doenças cardiovasculares, tais como os enfartes, insuficiência cardíaca congestiva e doença arterial periférica.

A DC ocorre quando o fluxo de sangue que irriga o coração é interrompido.

A DC é geralmente causada por outra condição denominada ateroesclerose (acumulação de matéria gorda nas paredes internas das artérias coronárias). As artérias estreitam significativamente, o que diminui ou bloqueia o fluxo de sangue ao coração. Isto pode causar fortes dores no peito (anginas), falta de ar ou mesmo ataque cardíaco. Um ataque cardíaco é pois a forma extrema de DC. Estes e outros sintomas ocorrem normalmente durante o período activo.

A DC é a principal causa de morte em Portugal e em muitos outros países. Todos os anos, afecta cerca de 14 milhões de americanos e acaba por ser responsável por cerca de 425.000 mortes.

Fatores de risco

Os factores de risco mais relevantes são:

  • ♣    Tabagismo
  • ♣    Consumo excessivo de álcool
  • ♣    Dietas ricas em açúcares ou carne gorda

Outros factores de risco incluem:

  • ♣    Diabetes, pressão arterial alta e doença renal crónica.
  • ♣    Fatores genéticos.

Frutas e vegetais reduzem o risco de DC. A vitamina C reduz a inflamação nos vasos arteriais.

 

Exposição solar e risco de DC 

Os efeitos da exposição solar no risco de DC podem ser identificados em alguns estudos demográficos e sobre as estações do ano:

  • ♣    Pessoas que vivem em altas altitudes por longos períodos de tempo podem apresentar taxas de DC mais baixas. A radiação solar UVB aumenta em maiores elevações.
  • ♣    Pessoas que vivem mais longe do equador têm maior risco de DC. Países com maior exposição solar estão mais perto do equador.
  • ♣    As taxas de DC são geralmente maiores no inverno que no verão. Isto é verdade tanto para países com invernos frios como quentes. Resultados semelhantes foram encontrados no que respeita a gripe. Doses solares de UVB são menores no inverno. O mesmo é verdade para os níveis de vitamina D.

 

Níveis de vitamina D e DC

No que toca à relação entre níveis elevados de vitamina D e menor risco de DC, a evidência é modesta. No entanto, alguns estudos investigaram a DC separadamente da doença cardiovascular. São de assinalar dois deles:

- Um estudo de Harvard mostrou que pessoas com níveis baixos de vitamina D tinham o dobro do risco de ter um ataque cardíaco do que aqueles com níveis adequados de vitamina D.

- Um estudo no sistema de saúde do Utah descobriu que para pessoas com níveis mais baixos de vitamina D era mais provável desenvolver DC. No entanto, este estudo não procurou determinar que efeitos tinham os níveis de vitamina D no risco de DC.

 

Como é que Vitamina D funciona neste caso?

A vitamina D pode reduzir o risco de aparecimento e mortalidade por DC ao reduzir:

  • ♣    Doenças metabólicas como o diabetes e pressão arterial alta.
  • ♣    Engrossamento das paredes arteriais.
  • ♣    Risco de infecções respiratórias.
  • ♣    Inflamações.
  • ♣    Risco de calcificação e endurecimento das artérias.

 

Prevenção

Elevados níveis de vitamina D podem reduzir o risco de DC. No entanto, tal não foi ainda demonstrado em estudos científicos de suplementação com vitamina D.

Tento por base resultados gerais para vitamina D e DC, bem como de outras doenças cardiovasculares, manter os níveis de vitamina D acima dos 30–40 ng/mL (75–100 nmol/L) pode reduzir o risco de DC.

Vitamina D e cálcio

Alguns estudos determinaram que suplementos de cálcio estavam associados a um aumento do risco de DC. Suplementos de cálcio podem aumentar o risco de calcificação e endurecimento arterial. No entanto, quando associado a suplementos de vitamina D, o risco de DC não foi significativamente alterado.

Tratamento

Existe bastante evidência de que a vitamina D pode estar associada a um risco menor de DC. No entanto, não há evidência suficiente de que níveis elevados de vitamina D reduzam a severidade da DC.