Doença de Paget

Doença de Paget

Resumo para doentes

Os ossos são tecidos vivos que vão sendo constantemente reconstruídos. A doença de Paget altera drasticamente esse processo de renovação, que se torna excessivo e  desordenado.

Muitas das pessoas com doença de Paget não apresentam sintomas, enquanto outras apresentam dores, fracturas e deformidades. A bacia, o crânio, a coluna e as pernas são as zonas mais afectadas.

A doença de Paget evolui lentamente e pode ser controlada com medicação e, por vezes, cirurgia.

 

Factores de risco

A doença de Paget parece ser causada tanto por factores genéticos como ambientais. Alguns vírus podem accionar a doença. Uma causa possível é o paramyxovirus, que  pode causar parotidite e sarampo. O vírus respiratório sincicial (RSV) pode também ter um papel relevante, Este vírus é causador de bronquite e pneumonia em bebés e crianças.

 

Exposição solar e risco de Doença de Paget 

Não existe evidência que a exposição solar desempenhe qualquer papel no risco de desenvolver doença de Paget. No entanto, a radiação solar ultravioleta ajuda à produção de vitamina D, o que ajuda a fortalecer os ossos.

 

Vitamina D e Doença de Paget

Um estudo na Austrália verificou que as pessoas com doença de Paget em estado grave tinham baixos níveis de vitamina D.

 

Como é que a Vitamina D funciona neste caso

A vitamina D fortalece o sistema imunitário e induz a produção de proteínas com função antibiótica (catelicidina e defensinas). Por estes mecanismos, a vitamina D pode reduzir o risco de infecções virais capazes de induzir a Doença de Paget.

Adicionalmente, a  Vitamina D desempenha um papel fundamental da regulação do metabolismo do osso

 

Prevenção

As considerações expostas acima sugerem que a Vitamina D, especialmente na infância, poderia diminuir o risco de Doença de Paget. Esta hipótese não está estudada.

Tratamento

Os bifosfonatos são medicamentos que ajudam a reter o cálcio nos ossos. Este tratamento é usado frequentemente no tratamento da doença de Paget. Este tratamento exige, para ser eficaz e seguro, níveis adequados de vitamina D e cálcio. Com base em resultados sobre outras doenças, verificou-se que a toma ou produção de vitamina D3 (cholecalciferol) deve andar à volta das 1000-4000 UI 25-100 mcg)/dia.

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://forumd.org/forumd/wp-content/uploads/2018/06/Background-2000x800.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 240px;}