Gripe

Gripe

Está bem demonstrado que a vitamina D reduz o risco de gripe. Leia porquê.

A Influenza (Gripe) é uma infecção viral dos pulmões. Existem muitos sintomas:

– Febre – Dores corporais, em especial musculares – Dores de cabeça – Fadiga – Tosse seca – Corrimento nasal – Garganta seca ou inflamada

O revestimento dos pulmões fica inflamado e isso facilita a ocorrência de pneumonia bacteriana, especialmente em pessoas mais frágeis, como crianças e idosos.

 

Factores de risco

A gripe é mais comum no inverno, uma altura em que:

– As doses de radiação solar UVB são baixas

– O tempo está frio, o que diminui a capacidade de os glóbulos brancos de chegarem ao trato respiratório e combaterem tão eficazmente o vírus.

– A humidade é baixa e o ar seco permite ao vírus viver mais tempo fora do corpo humano.

 

Vitamina e gripe

Está bem demonstrado que a vitamina D reduz o risco de gripe.

Dois ensaios clínicos controlados e aleatórios descobriram que a incidência de gripe era diminuída em pessoas que recebiam doses mais elevadas de vitamina D. Um estudo que envolveu mulheres posmenopáusicas de raça negra residentes em Nova Iorque, detectou uma redução de 60% no risco de gripes e constipações para as que tomaram 900 UI por dia de vitamina D3 e de 90% para as que tomaram 2000 UI por dia.

Um outro estudo, agora no Japão, envolveu um grupo de crianças que tomaram 1200 UI/dia de vitamina D3 e outro grupo que recebia 200 UI /dia. O primeiro grupo registou uma diminuição de 67% na gripe de tipo A, mas não se registaram diferenças para a gripe de tipo B. O tipo A inclui as variaantes H1N1, o mesmo tipo que deu origem à pandemia de 1918-19 e que desencadeou a infecção de 2009, denominada de gripe suína.

De acordo com um estudo observacional, a vitamina D oferece protecção contra a gripe. Tal situação é verificada para níveis de vitamina D acima de 38 ng/mL (95 nmol/L).

 

Como é que a Vitamina D funciona neste caso?

A vitamina D ajuda o sistema imunitário ao:

– Produzir catelicidina e defensinas, proteínas que têm um alto efeito antiviral.

– Reduzir a inflamação. Como resultado, a temperatura corporal não aumenta tanto e o revestimento dos pulmões fica mais protegido, o que dificulta a acção bacteriana que podería dar origem a pneumonias.

 

Prevenção

Níveis elevados de vitamina D ajudam a prevenir ou reduzir o risco de gripe. A vitamina D também reduz os sintomas da gripe e reduz o risco de desenvolver pneumonia no seguimento de uma gripe forte. As vacinas aumentam a capacidade do corpo em combater as infecções, pelo que a combinação de níveis altos de vitamina D e vacinas contra a gripe podem oferecer a melhor forma de protecção.

Com base em vários estudos, o risco de gripe é reduzido se os niveis de vitamina D se encontrarem acima dos 38 ng/ml (100 nmol/l). Para a maioria das pessoas, estes níveis são atingidos tomando cerca de 1000-5000(UI) (25–125 mcg)/dia durante a época da gripe.

Tratamento

Em média, 2000-5000 UI/dia de vitamina D3 podem oferecer protecção contra a gripe. Doses elevadas de Vitamina D demoram menos tempo a fortalecer o sistema imunitário, o que permite um combate mais eficaz à infecção viral.

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://forumd.org/forumd/wp-content/uploads/2018/06/Background-2000x800.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 240px;}