Papel da Vitamina D no Crescimento

Papel da Vitamina D no Crescimento

A vitamina D tem um papel fundamental na infância e adolescência. O crescimento e desenvolvimento adequado da massa óssea do adulto são estabelecidos na idade pediátrica.

A massa óssea aumenta quarenta vezes da infância à idade adulta e aos 18 anos 90% da massa óssea está já formada.

A criança e o jovem, essencialmente no primeiro de vida e na puberdade, alturas em que a absorção de cálcio e a deposição de massa óssea são máximas, devem ter um aporte adequado quer de cálcio, quer de vitamina D. A ingesta de cálcio deve ser idealmente de 500 mg por dia (essencialmente proveniente do leite ou produtos lácteos). A vitamina D, uma vez que o nosso país, está situado numa latitude em que apesar da conhecida exposição solar, a produção de vitamina D através da pele é baixa no Inverno, deve ser proveniente da dieta e da suplementação.

No Verão a criança poderá ser exposta por curtos períodos ao sol enquanto brinca na rua, sem proteção solar, já que a consegue produzir vitamina D de forma bastante eficaz, sem que isso vá aumentar o risco de cancro cutâneo.

Na revisão recente das guidelines de suplementação em muitos países europeus, está indicada a suplementação no Inverno em toda a idade pediátrica. Esta deverá ser de 400UI diárias no 1ºano de vida e de 600UI por dia até aos 18 anos. As crianças com doenças crónicas ou submetidas a tratamentos com glucocorticóides, anti-retrovirais, antiepilépticos devem fazer 2 a 3 vezes mais.

Os efeitos não ósseos da vitamina D, estão ainda para ser provados, nomeadamente nas patologias do neurodesenvolvimento. Os estudos efetuados mostram que a suplementação não melhora os sintomas no défice cognitivo, no autismo ou na hiperatividade e défice de atenção. O défice de vitamina D é frequentemente detectado nestas crianças, talvez não como causa, mas como consequência, já que estão menos expostas sol, têm particularidades em termos alimentares e podem estar medicadas. Assim deverão ser suplementadas, no sentido de prevenir o défice e promover a saúde óssea.

Resumo da Comunicação de Dra. Rita Cardoso, no âmbito da 4ª edição do FórumD. Ver versão integral em vídeo.

 

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://forumd.org/forumd/wp-content/uploads/2018/06/Background-2000x800.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 240px;}