Sol, alimentos e suplementos

Sol, alimentos e suplementos

Atualmente, os dados, pesquisas e estudos internacionais, reforçam que a carência de Vitamina D afeta a grande maioria dos idosos e atinge cerca de metade da população geral. Uma realidade que os especialistas afirmam dever-se a alterações profundas do padrão demográfico, do perfil das doenças e do modo de vida da maior parte das pessoas. As causas mais comuns e geralmente apontadas são a redução da exposição solar porque se trabalha menos ao ar livre, as crianças passam mais tempo nas escolas e dentro de casa, há maior taxa de domiciliação e institucionalização de idosos e ainda alterações ao nível do uso de vestuário. Acrescenta-se o uso crescente de protetores solares, geralmente utilizados como medida de prevenção do envelhecimento cutâneo e do cancro de pele. Aumentaram igualmente as situações que alteram a absorção, o metabolismo e a biodisponibilidade da vitamina D e que podem estar dependentes de fatores como a obesidade, a insuficiência hepática e renal, a toma de medicamentos, situações de má absorção gastrointestinal, a toma de laxantes, entre outras. O envelhecimento da população é uma realidade que também temos de relacionar com uma menor capacidade de síntese cutânea de vitamina D nos idosos.

Não ajudam as mudanças do padrão alimentar com uma maior ingestão de carne e menos peixe.

Vale a pena arriscar meia hora sem protetor solar para conseguir mais vitamina D?

Quanto maior o índice UV, maior é a produção cutânea de vitamina D mas também são maiores os efeitos nocivos do sol. Como a produção cutânea de vitamina D só ocorre quando o índice UV é superior a 3, existe uma margem muito estreita entre os efeitos benéficos e os efeitos prejudiciais do sol.

É necessário que cada pessoa, individualmente, tenha em linha de conta o seu tipo de pele (quanto mais clara for, mais vitamina D produz, mas mais depressa se ‘queima’) e o nível de radiação UV a que vai estar exposta (alguns boletins meteorológicos apresentam a previsão horária desse nível) e adote uma estratégia adequada de exposição ao sol que lhe permita obter o máximo de proveito com o mínimo de risco. Portugal é um país de sol mas não é tropical, pelo que, para efeitos de produção cutânea de vitamina D, a exposição solar durante os meses de inverno é pouco útil, uma vez que o sol tem pouca altura.

Para se conseguir uma produção adequada de vitamina D é necessário, na primavera, no verão e no outono, um tempo de exposição solar, sem protetor, de 15 a 30 minutos (conforme o tipo de pele), pelo menos três a quatro vezes por semana, nas horas em que o nível de radiação UV seja de 4 ou 5. Uma estratégia possível é aplicar o protetor solar apenas à chegada à praia e aproveitar os minutos que ele demora a atuar para produzir vitamina D. Mesmo que, nesse período do ano, se produza mais vitamina D do que o necessário para o dia-a-dia, o excedente armazena-se no fígado e em outros tecidos gordos do corpo e pode ser utilizado mais tarde.

Do óleo de fígado de bacalhau aos suplementos

A vitamina D pode ainda ser obtida a partir da dieta, sobretudo a partir de peixes gordos, leite e derivados, ovos, iscas de fígado (D3), cogumelos e leveduras (D2). Em termos gerais, e em condições ideais de vida, entre 80 a 90 por cento da vitamina D deveria provir da síntese cutânea (D3) e 10 a 20 por cento da dieta (D2 e D3). No entanto, é difícil compensar com a alimentação as acentuadas deficiências da produção cutânea de vitamina D, pelo que é frequentemente necessário recorrer a suplementos de vitamina D (alimentares e medicamentosos). Quanto aos suplementos alimentares, o mais conhecido (e o mais potente) é o óleo de fígado de bacalhau, que agora já se apresenta em cápsulas, de modo a evitar o seu mau paladar.

Consulte:

https://mood.sapo.pt/saiba-qual-a-importancia-da-vitamina-d-para-a-nossa-saude/

https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/1224143/tem-falta-de-vitamina-d-os-sintomas-e-cinco-alimentos-ricos-no-nutriente

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://forumd.org/forumd/wp-content/uploads/2018/06/Background-2000x800.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 240px;}