Obrigado por contribuir para melhorar o Fórum D!

Deixe a sua sugestão

IMPRENSA

A importância da Vitamina D (com video)


O reumatologista e um dos promotores do Fórum D, Dr. Pereira da Silva, esteve na Edição da Manhã para falar da importância da vitamina D, quando se sabe que apesar de vivermos num país onde o sol brilha grande parte do ano, muitos portugueses apresentam défice desta vitamina.

As 4 vitaminas recomendadas por um cardiologista (em inglês)


O mundo das vitaminas e suplementos é confuso. Todas apresentam os seus benefícios para a saúde, mas se tudo fosse verdade iria acabar por tomar centenas de suplementos por dia. Como saber quais é que vale a pena ter atenção? Fique a saber!

Vitamina D aumenta esperança de vida


Estudo norte-americano relaciona níveis demasiado baixos de vitamina D com o desenvolvimento de certas doenças, como as do foro cardíaco, diabetes e hipertensão.

VIDEOS

O Popular Dr. Oz aponta as Vantagens da Vitamina D


O Dr. Oz também conhecido da televisão Portuguesa refere os niveis preocupantes de carência de Vitamina D nos Estados Unidos da América e as vantagens que esta pode trazer.

A Verdadeira História da Vitamina D


Uma reportagem da CBN News sobre os efeitos da Vitamina D e os efeitos benéficos que demonstra ter contras as infecções virais entre outros.

A Vitamina D na Prevenção do Cancro


O Dr. Meschino um dos pioneiros na criação de vídeos educativos sobre medicina na Internet fala sobre a Vitamina D e a sua importância na prevenção do cancro.

Uma extensa compilação de artigos sobre Vitamina D, com link para pubmed ou fontes semelhantes.

Aceda à base científica
Mais de dois milhões de alérgicos

Publicado 17 de Abril de 2011

Para dois milhões e meio de portugueses sobretudo crianças e idosos a chegada da Primavera é sinónimo de alergias. A grande maioria de casos está subdiagnosticado. Há uma nova esperança para os milhões de alérgicos de todo o Mundo. Investigadores do Reino Unido estão a estudar os benefícios da vitamina D na melhoria da condição física destes doentes mas ainda não se trata de uma cura.

"Apesar de as queixas serem intensas e incómodas, os alérgicos sabem que não correm perigo de vida e optam pela automedicação, não sendo prática corrente dos profissionais de saúde o reencaminhamento dos doentes para um alergologista", explica Manuel Barbosa, director do serviço de Imunoalergologia do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Obstrução nasal com corrimento e comichão, espirros, olhos vermelhos, inchados e com lágrimas e comichão ocular são os principais sintomas da rinoconjuntivite alérgica, resultado da exposição aos ácaros do pó e aos pólenes das árvores ou gramíneas. Nos asmáticos, o contacto com alergénios provoca falta de ar, tosse e pieira. Uma criança com pais alérgicos tem maior risco de desenvolver alguma doença alérgica.

No entanto, a exposição a certos factores ambientais, como o fumo do tabaco e a poluição, parecem desempenhar um papel importante. "Um alérgico é um farol ecológico: quando colocado perante situações de agressão ambiental, reage de forma excessiva", ironiza o especialista. Evitar o contacto com pólenes ou ácaros é impossível. Porém, pode diminuir-se essa exposição com sistemas de ventilação mais eficazes e construções mais simples.

As vacinas antialérgicas são a terapêutica mais eficaz: evitam a progressão da alergia e, em alguns casos, tiram os sintomas. Mas são dispendiosas: o tratamento é longo (entre três e cinco anos) e pode custar dois mil euros. Mas, sublinha Manuel Barbosa, os resultados são visíveis a longo prazo. "Há menos absentismo no trabalho e as crianças faltam menos à escola e têm um melhor rendimento."

Leia mais no link abaixo

FONTE & REFERÊNCIAS

Correio da Manhã