Obrigado por contribuir para melhorar o Fórum D!

Deixe a sua sugestão

IMPRENSA

A importância da Vitamina D (com video)


O reumatologista e um dos promotores do Fórum D, Dr. Pereira da Silva, esteve na Edição da Manhã para falar da importância da vitamina D, quando se sabe que apesar de vivermos num país onde o sol brilha grande parte do ano, muitos portugueses apresentam défice desta vitamina.

As 4 vitaminas recomendadas por um cardiologista (em inglês)


O mundo das vitaminas e suplementos é confuso. Todas apresentam os seus benefícios para a saúde, mas se tudo fosse verdade iria acabar por tomar centenas de suplementos por dia. Como saber quais é que vale a pena ter atenção? Fique a saber!

Vitamina D aumenta esperança de vida


Estudo norte-americano relaciona níveis demasiado baixos de vitamina D com o desenvolvimento de certas doenças, como as do foro cardíaco, diabetes e hipertensão.

VIDEOS

O Popular Dr. Oz aponta as Vantagens da Vitamina D


O Dr. Oz também conhecido da televisão Portuguesa refere os niveis preocupantes de carência de Vitamina D nos Estados Unidos da América e as vantagens que esta pode trazer.

A Verdadeira História da Vitamina D


Uma reportagem da CBN News sobre os efeitos da Vitamina D e os efeitos benéficos que demonstra ter contras as infecções virais entre outros.

A Vitamina D na Prevenção do Cancro


O Dr. Meschino um dos pioneiros na criação de vídeos educativos sobre medicina na Internet fala sobre a Vitamina D e a sua importância na prevenção do cancro.

Uma extensa compilação de artigos sobre Vitamina D, com link para pubmed ou fontes semelhantes.

Aceda à base científica
6 coisas que deve saber sobre Vitamina D

Publicado 15 de Janeiro de 2016

Existem vários factores que influenciam os seus níveis de Vitamina D. O processo de produção de Vitamina D pelo seu organismo é bastante complexo e começa com a exposição solar, em particular aos raios UVB.

O fígado e os rins também participam na produção de Vitamina D, produzindo uma forma da vitamina D que o seu corpo possa usar.

Tentar perceber todo este mecanismo pode ser complicado, mas existem alguns aspectos que são muito relevantes. Aqui apontamos seis factores que podem influenciar de forma muito importante os seus níveis de Vitamina D:

1. Sítio onde mora

Quanto mais longe do equador estiver, menos raios solares UVB chegam à superfície da terra, principalmente durante o Inverno. Em Portugal, este poderá não ser um grande problema, mas mesmo no nosso país é difícil produzir níveis adequados de Vitamina D, pelo menos nos meses de Novembro a Fevereiro. Dias mais curtos e uso de mais roupa, que tape pernas e braços, também limitam a exposição solar.

2. Qualidade do ar

As partículas poluentes de carbono que existem no ar, provenientes da queima de resíduos fósseis, madeira ou outros materiais dispersam e absorvem os raios UVB, diminuindo a produção de Vitamina D.

Pelo contrário, o ozono absorve a radiação UVB. Assim, os buracos causados pela poluição (buraco do ozono) podem acabar por aumentar os níveis de Vitamina D.

3. Protetor solar

O protetor solar previne as queimaduras solares ao funcionar como filtro/barreira à luz UV. Teoricamente, isso significa que o uso de protetor irá baixar os níveis de Vitamina D. Mas na prática, muito poucas pessoas colocam protetor suficiente para bloquear toda a luz UV, ou usam o protetor de forma irregular, pelo que os efeitos finais nos níveis de vitamina D podem não ser assim tão relevantes. Um estudo Australiano, realizado nos anos 90,mostrou não existir qualquer diferença nos níveis de vitamina D entre os adultos, a quem foi atribuído, ao acaso, um protetor solar normal ou um creme placebo durante um verão. (Marks R et al, Arch Dermatol. 1995 Apr;131(4):415-21)

4. Cor da Pele

A melanina é a substância que dá cor à sua pele, tornando-a mais escura. Ela “compete” pelos raios UVB com a substância na pele que dá início ao processo de produção de Vitamina D no corpo humano. Assim, as pessoas com pele mais escura tendem a necessitar de mais exposição solar do que as pessoas com pele clara para gerarem a mesma quantidade de Vitamina D.

5. Peso

A gordura corporal “absorve” a Vitamina D, pelo que já foi sugerido que poderá funcionar como uma “reserva”: uma fonte da Vitamina D quando o consumo é baixo ou a produção reduzida. No entanto, vários estudos já demonstraram que os doentes obesos têm níveis de Vitamina D mais baixos, sugerindo que o excesso de peso pode afectar a biodisponibilidade da Vitamina D.

6. Idade

Quando comparados com pessoas mais novas, as mais velhas apresentam baixos níveis da substância presente na pele que converte a radiação solar UVB no percursor de Vitamina D. Existem alguns que demonstram que pessoas idosas são menos eficientes na produção de Vitamina D do que pessoas mais novas.