Obrigado por contribuir para melhorar o Fórum D!

Deixe a sua sugestão

IMPRENSA

A importância da Vitamina D (com video)


O reumatologista e um dos promotores do Fórum D, Dr. Pereira da Silva, esteve na Edição da Manhã para falar da importância da vitamina D, quando se sabe que apesar de vivermos num país onde o sol brilha grande parte do ano, muitos portugueses apresentam défice desta vitamina.

As 4 vitaminas recomendadas por um cardiologista (em inglês)


O mundo das vitaminas e suplementos é confuso. Todas apresentam os seus benefícios para a saúde, mas se tudo fosse verdade iria acabar por tomar centenas de suplementos por dia. Como saber quais é que vale a pena ter atenção? Fique a saber!

Vitamina D aumenta esperança de vida


Estudo norte-americano relaciona níveis demasiado baixos de vitamina D com o desenvolvimento de certas doenças, como as do foro cardíaco, diabetes e hipertensão.

VIDEOS

O Popular Dr. Oz aponta as Vantagens da Vitamina D


O Dr. Oz também conhecido da televisão Portuguesa refere os niveis preocupantes de carência de Vitamina D nos Estados Unidos da América e as vantagens que esta pode trazer.

A Verdadeira História da Vitamina D


Uma reportagem da CBN News sobre os efeitos da Vitamina D e os efeitos benéficos que demonstra ter contras as infecções virais entre outros.

A Vitamina D na Prevenção do Cancro


O Dr. Meschino um dos pioneiros na criação de vídeos educativos sobre medicina na Internet fala sobre a Vitamina D e a sua importância na prevenção do cancro.

Uma extensa compilação de artigos sobre Vitamina D, com link para pubmed ou fontes semelhantes.

Aceda à base científica
Efeito de doses altas de Vitamina D na prevenção de quedas questionado por evidência recente.

Publicado 24 de Fevereiro de 2016

Publicações recentes de ensaios prospetivos, randomizados e controlados têm questionado a utilidade de doses mais elevadas de vitamina D em bolus na prevenção de quedas em idosos.

Uma meta-analise de estudos sobre o  impacto da Vitamina  D sobre o risco de quedas, publicada por Bischoff-Ferrari e col  em 2004[i] indicou que a suplementação com  vitamina D reduzia em cerca de 20% a incidência de quedas, sem ser possível, então, estabelecer qual a dose e regime ideal para este fim.

 Publicações recentes de ensaios prospetivos, randomizados e controlados, pela mesma e por outros autores, têm questionado a utilidade de doses mais elevadas de vitamina D em bolus na prevenção de quedas em idosos.

Num estudo mais recente, publicado on-line em Janeiro de 2016[ii], 200 pessoas, com ≥ 70 anos e que tinham sofrido uma queda durante o ano anterior, foram randomizadas para receber, mensalmente, 24.000 UI de Vitamina D3, 60.000 UI de Vitamina D3, ou 24.000 UI de Vitamina D3 + 300µg de calcifediol.

Os dois últimos grupos, com doses mais elevada de suplemento, atingiram níveis mais altos de vitamina (25 OH)D no soro. Não foram, contudo, mais eficazes na melhoria da função motora dos membros inferiores. Surpreendentemente, a incidência de quedas foi mesmo mais elevada nos dois grupos que receberam dose mais alta do que naquele que recebeu uma dose de 24.000 UI mensais apenas. 

Infelizmente, a inexistência de um grupo placebo neste estudo não permitiu verificar se a dose mais baixa teve algum efeito benéfico. 

Estes resultados não eram completamente inesperados se atentarmos a alguns estudos precedentes. Num estudo publicado em 2010, também por Bischoff-Ferrari e colaboradores[iii], que incluiu 173 idosos com uma fratura recente da anca, os quais foram randomizados para receber 2000 ou 800 UI por dia de vitamina D, o grupo que recebeu uma dose mais elevada de Vitamina D (2000 UI/dia) permitiu atingir níveis mais altos de vitamina D sérica mas não reduziu a incidência de quedas nem melhorou a função motora dos membros inferiores. Resultados semelhantes foram observados num outro trabalho, de maior dimensão, em que 2256 mulheres idosas receberam um bónus anual de 500.000 UI de Vitamina D ou placebo[iv]. A incidência de quedas foi superior no grupo tratado do que no grupo placebo.

Um terceiro ensaio[v] envolveu 2686  pessoas com 65 ou 85 anos de idade, comparando 100.000 U internacionais da vitamina D a cada quatro mesas durante cinco anos contra placebo. O tratamento reduziu significativamente o risco de fratura osteoporótica em 22%, mas não afetou incidência de quedas.

No seu conjunto, estes dados questionam o benefício de doses elevadas de vitamina D, na ordem de 2000 UI por dia, pelo menos quando administrados em bolus mensais. O potencial benefício desta dose em administração diária está ainda por estabelecer em definitivo, sendo objeto de dois estudos de grande dimensão atualmente em curso na Europa (DO-HEALTH; http://do-health.eu/wordpress) e nos Estados Unidos (VITAL; http://www.vitalstudy.org).

 

Por

José António P. Silva, MD, PhD

Scientific Advisor, Reumatologia

Director Científico. Forum D.

 


[i] Bischoff-Ferrari HA, Dawson-Hughes B, Willett WC, Staehelin HB, Bazemore MG, Zee RY, Wong JB .Effect of Vitamin D on falls: a meta-analysis. JAMA. 2004 Apr 28;291(16):1999-2006.

[ii] Bischoff-Ferrari HA, Bess Dawson-Hughes; E. John Orav et al. Monthly High-Dose Vitamin D Treatment for the Prevention of Functional Decline. A Randomized Clinical Trial JAMA Intern Med. doi:10.1001/jamainternmed.2015.7148

[iii] Bischoff-Ferrari HA, Dawson-Hughes B, Platz A, et al. Effect of high-dose cholecalciferol and extended physiotherapy on complications after hip fracture: a randomized controlled trial. Arch Inter Med 2010;170:813-820

[iv] Sanders KM, Stuart AL, Williamson EJ, et al. Annual high-dose oral vitamin D and falls and fractures in older women: a randomized controlled  trial [published correction appears in JAMA. 2010;303(23):2357]. JAMA. 2010;303(18):1815-1822.

[v] Trivedi DP, Doll R, Khaw KT. Effect of four monthly oral vitamin D3 (cholecalciferol) supplementation on fractures and mortality in men and women living in the community: randomized double blind controlled trial. BMJ. 2003;326:469.