Deficiência de vitamina D associada a maior risco de hospitalizações por infecção

Deficiência de vitamina D associada a maior risco de hospitalizações por infecção

Muitas outras funções têm sido atribuídas à Vitamina D para além do seu clássico papel no metabolismo ósseo e na homeostasia do cálcio. Com descoberta de receptores da Vitamina D na superfície de algumas células do sistema imunitário, o seu papel na resposta imunitária tem sido alvo de vários estudos. Estudos clínicos têm sido contraditórios quanto à sua associação a infecções.

Kempker e seus colaboradores, realizaram um estudo de coorte incluindo beneficiários da MEDICARE que tinham participado no estudo NHANES em 2001-2002 e 2002-2004, nos quais o doseamento de Vitamina D tinha sido realizado à baseline. Com base em registos hospitalares, identificaram os doentes que tinham sido hospitalizados no ano seguinte à sua inclusão e se essa hospitalização tinha sido devido a uma infecção ou não.

Dos 1713 doentes incluídos, 348 (20%) apresentavam deficiência de Vitamina D (<15ng/mL), sendo esta mais frequente em mulheres, na raça negra, naqueles com um índice de pobreza <2,  m nos indivíduos obesos, nos com doença renal e diabetes.

Os doentes com deficiência de Vitamina D a hospitalização por infecções foi superior quando comparado com os que apresentavam níveis de Vitamina D>15 mg/mL. Na análise multivariada, ajustada para o género, idade, raça, índice de pobreza, doença renal e diabetes, níveis de Vitamina D <15 ng/mL à baseline estavam associados a um maior risco de hospitação por infecções (RR = 2.8, 95% CI: 1.3, 5.9 (P < 0.01)), sendo esse risco ainda maior quando comparado com indivíduos com Vitamina D>30mg/mL (RR = 5.3, 95% CI: 1.5, 19.2; P = 0.01).

Este estudo prospectivo, incluindo indivíduos da comunidade, salienta a associação entre a deficiência de Vitamina D e infecções. Contudo dado ser um estudo observacional pode não ser possível eliminar algum efeito residual de alguns factores confundidores assim como do efeito de outros potenciais factores não coligidos no estudo (ex: estado nutricional ou outras comorbilidades).

O aumento de risco de hospitalizações associado a deficiência de Vitamina D encontrado neste estudo, reforça a necessidade de maior evidência nesta área através de realização de estudos que permitam estabelecer uma relação causal e de ensaios clínicos randomizados e controlados nos quais se avalie o impacto da correcção adequada dos níveis de Vitamina D na prevenção de infecções.

Fonte & Referência:

Kempker JA, Magee MJ, Cegielski JP, Martin GS. Associations Between Vitamin D Level and Hospitalizations With and Without an Infection in a National Cohort of Medicare Beneficiaries. Am J Epidemiol. 2016 May 15;183(10):920-9.

 

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://forumd.org/forumd/wp-content/uploads/2018/06/Background-2000x800.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 240px;}