Idosos são quem mais precisa destes medicamentos

Idosos são quem mais precisa destes medicamentos

Idosos têm mais carências nutricionais de vitaminas D e B12. Médicos defendem a comparticipação dos suplementos.

Entre os vários grupos estários, os idosos são os que apresentam mais carências vitamínicas. Este défice nutricional deve-se à menor capacidade do organismo para absorver os nutrientes, mas também a uma alimentação pouco equilibrada e pobre em carne.

“Os suplementos vitamínicos têm especial importância na terceira idade. Com a dificuldade que os idosos têm em ingerir alguns alimentos, há uma carência de quase todos os nutrientes”, explica Nuno Borges, da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação. “Na maioria dos casos, recomenda-se um multivitamínico”, sugere, “uma vez que muitas estão em falta”. “O suplemento alimentar deve ser tido em conta como um substituto a uma alimentação que a pessoa não pode realizar, sobretudo quando a pessoa está doente ou é um idoso que não se alimenta correctamente”, defende também Carla Loureiro, da Sociedade Farmacêutica de Desenvolvimento.

Para Luís Romariz, especialista em Medicina Preventiva, o grande problema é a carência das vitaminas D e B12. “Os idosos raramente expõem-se ao sol, e essa exposição é essencial para desencadear a produção de vitamina D na pele, responsável pelo equilíbrio e pela força muscular”, defende.

 

FONTE & REFERÊNCIAS

Diário de Noticias

NOTA: Este artigo já não está disponível online.

 

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://forumd.org/forumd/wp-content/uploads/2018/06/Background-2000x800.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 240px;}