Portugueses com falta de vitamina D por medo do cancro

Portugueses com falta de vitamina D por medo do cancro

PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA “IGNORADO”

Uma excessiva protecção do sol pelo receio do cancro da pele, associada a hábitos longe da luz solar, podem resultar em carência de vitamina D e consequentes doenças, segundo um especialista que alerta para este “ignorado” problema de saúde pública. José Manuel Tojal Monteiro é pediatra e há anos que estuda as consequências na saúde deste divórcio da população com o sol, nomeadamente a carência de vitamina D, vital para a manutenção do cálcio no sangue e uma boa qualidade dos ossos. O especialista começa por lembrar que, além da saúde óssea, existem receptores para esta vitamina em outras células – como linfócitos, neurónios, células da mama, próstata, pâncreas, miocárdio e pulmões – pelo que a sua carência pode conduzir a deficiências nestes órgãos. Neoplasias, diabetes, doenças imunológicas, doenças cardiovasculares, periondontais, inflamatórias intestinais, esquizofrenia, depressão e psoríase são algumas das doenças que José Manuel Tojal Monteiro enumera como consequências da falta de vitamina D. O especialista lamenta que, apesar de ser um problema de saúde pública, as autoridades “não lhe atribuam a devida importância” e compreende que a população insista em manter o sol afastado, uma vez que estão provados os seus malefícios e responsabilidade no cancro da pele.

 

FONTE & REFERÊNCIAS

Diário de Noticias

NOTA: Este artigo já não está disponível online.

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://forumd.org/forumd/wp-content/uploads/2018/06/Background-2000x800.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 240px;}