Será que a vitamina D pode contribuir para o desenvolvimento de Litiase Renal (“pedras nos rins”)?

Será que a vitamina D pode contribuir para o desenvolvimento de Litiase Renal (“pedras nos rins”)?

Em teoria, este é um risco potencial e consequentemente um receio justificado. A vitamina D está envolvida na absorção do cálcio, o que em excesso pode aumentar o risco de litíase renal.

Tem sido levantado algum receio sobre o risco de suplementos de Vitamina D poderem contribuir para o aparecimento de litíase renal (“pedras nos rins”), o que tem causado uma importante discussão em torno deste assunto.

Em teoria, este é um risco potencial e consequentemente um receio justificado. A vitamina D está envolvida na absorção do cálcio, o que em excesso pode aumentar o risco de litíase renal. Contudo, dois estudos recentes (1 e 2) descobriram precisamente o oposto: quanto menores os níveis de Vitamina D, maior o risco de pedras nos rins.

Ticinesi e seus colegas publicaram em janeiro de 2016 um estudo no qual compararam a prevalência de deficiência de Vitamina D entre doentes com litíase renal (n= 884 doentes) e indibiudos saudáveis (n= 967). Foi verificado que a prevalência de carência de vitamina D (<20 ng / ml) foi superior no grupo de doentes com litíase renal (56% vs 44%, p <.001), com níveis médios de vitamina D de 18 ng/mL versus 23 ng/mL. Os autores concluíram que os indivíduos com carência de Vitamina D têm mais do dobro da probabilidade de desenvolver pedra nos rins.

Posteriormente Girón-Prieto e colaboradores, publicaram na Urology um estudo com 366 doentes, dos quais 239 tinham antecedentes de litíase renal, concluindo que aqueles com níveis baixos de Vitamina D eram mais propensos a desenvolver pedras nos rins.

Não existem obviamente dados suficientes garantir a ausência de risco. Contudo, estes estudos parecem indicar que níveis óptimos de Vitamina D não só não contribuiriam para o desenvolvimento de pedras nos rins, como poderiam ter um papel na sua prevenção.

1)Girón-Prieto MS, et al. Analysis of vitamin D deficiency in calcium stone-forming patients. Int Urol Nephrol. 2016 Apr 19. [Epub ahead of print]

2)Ticinesi A, et al. Idiopathic Calcium Nephrolithiasis and Hypovitaminosis D: A Case-control Study. Urology. 2016 Jan;87:40-5.

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://forumd.org/forumd/wp-content/uploads/2018/06/Background-2000x800.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 240px;}