Vitamina D e Doença Cardiovascular

Vitamina D e Doença Cardiovascular

A vitamina D é muito mais do que uma vitamina, é uma pró-hormona que intervém na regulação de mais de 200 genes que, por sua vez, interferem em muitos aspetos da saúde cardiovascular.

Ajudando, por exemplo, a controlar a pressão arterial e a regular os níveis de glicemia, através de ação no rim e no pâncreas. Os recetores da vitamina D parecem estar largamente presentes em todo o organismo, nomeadamente no aparelho cardiovascular.

Os benefícios desta vitamina estão devidamente comprovados em termos da saúde óssea, dos dentes, bem como dos músculos. Por esse motivo, as instituições oficiais já recomendam a suplementação com vitamina D em caso de insuficiência, uma situação extremamente frequente no nosso País.

Já relativamente ao aparelho cardiovascular, existe bastante evidência a favor do seu benefício, com base em estudos experimentais e epidemiológicos, bem como na prevenção de alguns cancros, nomeadamente da próstata, mama, ovário e intestino. No entanto, faltam ainda estudos de intervenção de dimensão adequada, que clarifiquem definitivamente estas questões.

Um número crescente de estudos aponta a deficiência de vitamina D como um fator de risco de enfarte do miocárdio, insuficiência cardíaca, AVCs e doença vascular periférica. Como já referimos existe também substancial evidência de efeitos importantes no controlo da diabetes e da hipertensão arterial, nomeadamente através da regulação da secreção da renina, que vão influenciar a saúde cardiovascular.

Embora a hipovitaminose D tenha aparentemente sido identificada como um fator de risco cardiovascular, ainda não temos uma resposta definitiva para a questão se a suplementação de vitamina D pode na verdade prevenir os eventos cardiovasculares. Esta questão só poderá ser respondida conclusivamente através de grandes ensaios clínicos.

Entretanto, vários estudos, promovidos por instituições internacionais, encontram-se em curso, mas só nos próximos anos vamos começar a aceder a resultados definitivamente esclarecedores.

 

Este texto foi escrito pelo Prof. Manuel Carrageta, Key Advisor Fórum D para Cardiologia e Presidente da Fundação Portuguesa de Cardiologia.

 

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://forumd.org/forumd/wp-content/uploads/2018/06/Background-2000x800.jpg);background-size: cover;background-position: center center;background-attachment: scroll;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 240px;}